Association Culturelle pour les Etudes Portugaises

Ana Patrícia (232 A)

lundi 31 juillet 2017, par IdB

Ninguém ensinava História como o Professor Barbos. Cada palavra que saía da sua boca era para nós outra história que « bebíamos » sem reclamar.

Do alto do seu metro e oitenta, cabelo escuro e olhos verdes, o Professor Barbos era impressionante. Andava de um lado para o outro da sala e não parava de falar. Não nos ensinava apenas História, ele também fazia referência a acontecimentos do presente e relatava pequenos episódios para nos manter despertos. Ainda hoje me lembro de cada capítulo que ele nos fez estudar, cada história que nos contou do princípio até ao fim.

Ele também gostava do trabalho bem feito. Lembro-me de que cada folha de teste devia estar bem apresentada.

O Professor Barbos podia às vezes ser severo com os alunos mas, no fundo, era um homem bom, alegre e generoso.

Ana Patrícia, 232 A

Répondre à cet article

ACEP: 47, rue de Naples, 75008 Paris — Tel: 01 43 87 52 91 — Fax: 01 43 87 37 57 | Se déconnecter |