Association Culturelle pour les Etudes Portugaises

Accueil du site > Liste des archives > 2014/2015 > Articles de 2014 > Confissão > Confessar-se pela internet - Jessica Macedo, 2e B

Confessar-se pela internet - Jessica Macedo, 2e B

mercredi 21 mai 2014, par IdB

Os ingleses permitiram ao mundo inteiro confessar-se pela internet. Para mim, esse confessionário electrónico pode ser uma boa ideia em várias circunstâncias.

Os ingleses permitiram ao mundo inteiro confessar-se pela internet.

Para mim, esse confessionário electrónico pode ser uma boa ideia em várias circunstâncias. Por vezes, as pessoas têm receio de se confessar à frente do padre porque podem ter pecados graves como roubar, matar... O padre tem a obrigação de guardar estes nossos pecados e de nos conduzir a melhor caminho. No entanto, temos sempre dentro de nós aquela apreensão de como vai reagir o Padre.

Talvez seja mais fácil confessar-se a um computador. É também útil e agradável confessar-se pela net em caso de doença, que a pessoa tenha de se confessar o mais rápido possível. Por outro lado, acho esse confessionário electrónico uma má ideia. Porque é pena que se perca a tradição católica e foi assim que fomos habituados. Hoje em dia, como as pessoas têm falta de tempo no dia a dia, a maior parte das pessoas utilizam a internet como meio de comunicação. E por que não confessar-se pela internet !

Jessica Macedo, 2B

Répondre à cet article

ACEP: 47, rue de Naples, 75008 Paris — Tel: 01 43 87 52 91 — Fax: 01 43 87 37 57 | Se déconnecter |